Afirmações Positivas

Aqui eu comentarei sobre as autoafirmações positivas e negativas. Ela faz parte do conjunto dos diálogos internos ou vozes internas. São um estágio anterior as crenças quando não formados ou para fortalecer as que já estão formados. Sobre as afirmações negativas, ninguém os faz conscientemente ou fazem por pensamentos automáticos, por tanto comentarei sobre as afirmações ou auto afirmações positivas na qual temos mais controle.

O que é?

Afirmações Positivas são frases positivas que você repete a si mesmo com o objetivo de fortalecer esse pensamento no seu subconsciente e inconsciente.

É uma forma de autossugestão que quando praticada repetidamente alteram nossa forma de pensar para melhor.

Alguns exemplos:

  • “Sou capaz e consigo atingir meus objetivos.”
  • “Tenho talentos incríveis e vou utilizá-los.”
  • “Energia criativa surge de mim e me leva a ideias brilhantes.”
  • “Sou paciente e consigo manter a calma em situações difíceis.”

 

O princípio é de que o inconsciente aceita como verdade aquilo que é dito repetidamente e assim atrai eventos condizentes para nossa vida mudando a nossa percepção de nossa realidade. Então é melhor você escolher os pensamentos positivos que os negativos.

Imagine que você fique o tempo inteiro falando a si mesmo o seguinte “Eu odeio me exercitar. Nunca vou emagrecer.”. De tanto você repetir isso a si mesmo você vai acreditar (crer) e provavelmente não vai conseguir emagrecer mesmo. Se você perceber que têm esse tipo de pensamento mude. Você pode acabar criando uma crença limitante e depois ter mais dificuldade para tomar uma atitude corretiva.

Melhor então seria trocar essa afirmação negativa por uma afirmação positiva como “Eu adoro estar em boa forma. Por isso me exercito.”. De tanto repetir, você começa a se acostumar com a ideia e com isso terá muito mais chances de manter a sua prática de exercícios.

Você já deve ter ouvido falar que “as palavras têm poder”. Seus pensamentos e convicções sobre a vida e as circunstâncias podem influenciar a sua maneira de agir e conseguir o que quer. Se entendermos de uma vez por todas que o que afirmamos diariamente positivamente ou negativamente são nossos pensamentos e sentimentos, devemos reeducar o nosso modo de ver as coisas. Inclusive e por esse motivo, “as palavras têm poder” já é uma afirmação, pois quem profere essa frase e quem realmente acredita nela, está dando força à ideia, fazendo com que realmente as palavras tenham poder. Digo isso também não só porque falamos e ouvimos externamente como internamente, e também em relação ao que nós escrevemos (e-mail, por exemplo).

Devemos reeducar nossas palavras e, principalmente, nossos desejos. Eles são a chave para solidificar mudanças favoráveis. Aqui vão algumas afirmações negativas, ou por pensamentos automáticos ou por meios consciente, e que devem ser trocadas por positvas, mesmo que num primeiro momento pareça difícil. Afirmar é uma forma de persuadir a realidade a mudar a nosso favor.

  • “Sou gordo e não consigo emagrecer” Substitua por “Amo o meu corpo e ele se torna cada dia mais bonito”
  • “Odeio o meu emprego, queria algo melhor” Substitua por “Oportunidades maravilhosas me seguem o tempo todo”
  • “Meus amigos não ligam pra mim” Substitua por “Meu círculo de amizades é sincero e harmônico todos os dias”
  • “Nunca consigo o que quero” Substitua por “Eu atraio diariamente tudo o que desejo”

As afirmações positivas podem operar transformações que começam pela sua maneira de vivenciar o cotidiano e em seguida serão percebidas nas suas relações com as pessoas próximas até contagiar os ambientes que você frequenta. Manter uma postura emocional e mental que priorize o melhor que a vida pode oferecer é uma prática saudável que garante bons resultados em seu modo de se comunicar e conseguir o que quer. Use as palavras com mais responsabilidade e faça com que elas lhe sirvam para trazer ainda mais alegrias. Elas indiscutivelmente, têm poder.

 

Como usar as palavras com mais Responsabilidade?

 

Os esportes em geral são um grande exemplo de como as palavras de motivação são utilizadas para as pessoas se superarem. Além do incentivo do próprio técnico, equipes de atletas profissionais em fase decisiva de competições importantes chegam a chamar palestrantes de motivação para dar um “gás” no lado psicológico deles.

Mas quando você as repete, as afirmações positivas têm esse efeito. A diferença é que em vez de serem ditas por outras pessoas, são ditas de você mesmo para você mesmo. Isso traz um poder adicional, pois vêm de você mesmo.

Eu por exemplo gosto de usar a afirmação “Eu posso. Eu consigo sim” quando coloco um objetivo na minha vida. Isso me ajuda a trabalhar com confiança de que vou conseguir.

Agora, embora as afirmações positivas possam ajudar, existem alguns cuidados a serem tomados. Dependendo pode fazer até mais mal do que bem.

Estudos comprovam que afirmações não razoáveis podem causar pensamentos contraditórios e esses pensamentos podem justamente ter o efeito contrário de reforçar o negativo. Cuidado para não mentir para si mesmo.

Por exemplo, uma afirmação conhecida e que eu particularmente não gosto é “Dinheiro vem pra mim em abundância com pouco esforço.”. É claro que dinheiro não vem com pouco esforço. Então se ficar repetindo isso a si mesmo só ajudará você a não batalhar pelo dinheiro e por consequência não ganhá-lo.

se o seu casamento vai de mal a pior não adianta ficar repetindo a falsa afirmação “Meu casamento está se tornando mais forte e estável a cada dia.” se você sabe que não está. Agora se o seu casamento está bem, repetir essa afirmação pode ajudar a melhorá-lo ainda mais.

Ou se você odeia o seu trabalho não adianta ficar dizendo “Estou fazendo um trabalho que adoro e me deixa realizado.”. Agora se você gosta do seu trabalho dizer isso é uma boa ideia pois você vai fazer um trabalho ainda melhor.

Ou ainda vamos supor que você tenha 130 quilos e fique repetindo a afirmação “Eu sou magro e meu físico é saudável.”. Não é uma boa ideia.

No fundo a sua mente sabe que você não é magro e vai ficar pensando que aquilo é uma grande mentira. Esse conflito interno por consequência vai fazer você se sentir pior ainda pois no fundo você irá saber que está mentindo a si mesmo.

Ou pode causar um outro efeito que é fazer você acreditar que já atingiu o seu objetivo e desistir de tentar emagrecer. As afirmações positivas servem para fazer você melhorar, não apenas para fazer você se sentir bem.

Por isso, minha sugestão é escolher afirmações que façam sentido para você e que não gerem conflito interno, mas sim encorajamento para ser ainda melhor. Essas serão poderosas e ajudarão você a evoluir.

Por exemplo, você poderia dizer “Eu tenho força para manter a dieta e praticar exercícios.”

Você até pode perder um dia ou outro de dieta ou de exercícios. Mas mantendo a maior parte do tempo você está cumprindo com a sua promessa e essa afirmação positiva vai ajudá-lo a se manter nesse caminho.

Uma coisa importante a notar é que as afirmações por si só não resolvem muito. Elas servem como um motivador, mas se você não tomar uma atitude sua realidade não irá mudar e você achará que as afirmações são uma grande perda de tempo. Tomar atitude é o mais importante.

Então vamos dizer que você seja uma pessoa tímida e que gostaria de ser mais social. Você pode criar uma afirmação do tipo “Eu gosto de conversar com as pessoas.” e ficar repetindo isso diariamente.

Só que quando tiver a oportunidade de conversar com alguém, converse em vez de fugir. No final das contas o que realmente vai fazer aumentar a sua confiança são as experiências que você está tendo na linha de pensamento que você está afirmando a si mesmo.

Apenas o pensamento, não irá se manter por um longo tempo. Por isso, acho melhor encarar as afirmações positivas como um encorajador para que atitudes positivas sejam tomadas.

Mais Exemplos de afirmações negativas e ou crenças limitantes e exemplos de afirmações positivas.

  • “Sou um fracasso total”;
  • “As pessoas não me valorizam”;
  • “Isto é muito difícil, não vou conseguir”;
  • “Nunca me sinto à vontade entre estranhos”;
  • “Odeio que as pessoas me observem”;
  • “Todos estão me achando ridículo”;
  • “As pessoas pensam que sou inseguro”;
  • “Preciso ser admirado (a)”;
  • “Tenho que me impor”;
  • “As pessoas sempre julgam mal as outras”;
  • “Eu tenho que causar um boa impressão ou será uma catástrofe”;
  • “Todos vão pensar que sou incompetente”;
  • “As pessoas têm pena de mim”.

Antes de sugerir as afirmações positivas uma última recomendação. Não se culpe ou se martirize se perceber que tem muitos pensamentos negativos irracionais durante o dia. Primeiro os aceite deixe que eles entrem, mas depois aos poucos de forma paciente e persistente procure corrigir. Nesse momento, trate a sua mente como se fosse uma criança pequena que está sendo educada por pais amorosos. Aceite que ela ainda não sabe, que ainda está aprendendo e tenha paciência de explicar várias vezes das mais variadas formas. Até que com essa repetição ela passe a se apropriar da informação e a tomar como sua.

Escolha algumas declarações positivas abaixo. Se quiser pode criar suas próprias afirmações:

  • “Estou num processo de mudança positiva e melhoro diariamente”;
  • “Quando cometo um erro, dou-me conta de que isso faz parte do meu processo de aprendizagem e me incentivo a continuar”;
  • “Sei que somos eternos aprendizes e por isso aceito errar”;
  • “Sei que aceitar o erro faz facilitar o meu aprendizado”;
  • “Estou descobrindo talentos que desconhecia ter”;
  • “O passado ficou para trás, não tem nenhum poder agora. Os pensamentos deste momento criam o meu futuro”;
  • “Abri mão de me comparar com os outros. Aceito quem sou e dessa forma posso mudar para melhor”;
  • “Me aceito e por isso fico mais à vontade na presença de pessoas que acabei de conhecer”;
  • “A cada dia descubro mais meus talentos e habilidades, e eu gosto de usá- los”;
  • “Me coloco em situações sociais mesmo me sentindo desconfortável porque sei que esse é o caminho para conseguir cada vez mais confiança”;
  • “Ser assertivo é uma habilidade e como tal pode ser treinada. Dessa forma, eu posso aprender”;
  • “A Fobia Social se desenvolve por aprendizagem e, como tal, pode ser desaprendido”;
  • “Escolho aprender a me sentir bem em situações sociais”;
  • “Vou participar ativamente de minha terapia para romper o círculo vicioso da fobia social”;
  • “Posso me expor cada vez mais socialmente e ganho mais segurança e confiança a cada experiência”;
  • “Aprendo a ficar cada vez mais desinibido”;
  • “A cada dia gosto mais de conhecer pessoas novas”;
  • “Não luto contra a ansiedade porque sei que quando resisto, ela cresce. Eu aceito a ansiedade e ela diminui”;
  • “Abro mão de minha necessidade de controlar a ansiedade. Eu a aceito”;
  • “Mesmo que não goste de sentir ansiedade, sei que posso conviver com ela e dessa forma ela não me domina”;
  • “Já deixei de tentar evitar a ansiedade porque agora sei que aceitando-a eu me sinto mais à vontade nas situações sociais”;
  • “A cada dia convivo melhor com minha ansiedade e isso me dá mais autoconfiança”;
  • “Posso me comunicar com as pessoas mesmo me sentindo ansioso”;
  • “Escolho estar em eventos sociais mesmo com ansiedade. Sei que quanto mais me exponho mais calmo ficarei”;
  • “Decido falar em público apesar da ansiedade porque sei que este é o caminho para aprender a gostar”;
  • “Sei que posso falar mesmo tendo dúvidas. Já não necessito ter certeza para me comunicar”;
  • “Peço ajuda às pessoas sempre que preciso”;
  • “Procuro ser amistoso com as pessoas sem confundir com submissão”;
  • “Posso ser bem-sucedido (a) mesmo sentindo ansiedade em algumas circunstâncias”;
  • “Não deixo mais que a ansiedade me impeça de interagir”;
  • “Eu me aceito cada vez mais e isso me faz ter coragem de me expor”;
  • “Eu aceito que nem todos me julguem bem. Já sei que não é possível agradar a todos”;
  • “Já sei que não é possível ser admirado por todos”;
  • “Eu aceito que as pessoas percebam que estou sem jeito ou inibido”;
  • “O fato de eu aceitar que as pessoas saibam que estou tímido (a) me faz ficar mais à vontade e logo me recupero”;
  • “Sei que mesmo que me sinta nervoso (a) nem sempre as pessoas percebem”;
  • “Sei que existem muitas personalidades que são tímidas e mesmo assim são bem-sucedidas”;
  • “Sei que posso aprender a gostar de falar em público”;
  • “Eu aceito ter brancos ou esquecimentos durante a minha apresentação. Já sei que o medo de ter branco acaba produzindo ainda mais esquecimentos”;
  • “Mesmo que eu esqueça o que ia falar eu continuo minha apresentação e depois volto no assunto se for conveniente”;
  • “Cuido de minha respiração porque sei que a respiração correta me deixa mais calmo, presente e confiante”;
  • “Inspiro e expiro lentamente, ficando mais relaxado a cada vez que respiro”;
  • “A partir de agora as minhas ações confirmarão as minhas palavras”.

Deixe uma resposta